Porto de Antonina inicia ação de conscientização a caminhoneiros

Agronegócio

Porto de Antonina inicia ação de conscientização a caminhoneiros

Campanha foi lançada nesta quarta-feira (10)
Por:
533 acessos

Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) lançou nesta quarta-feira (10) uma campanha sobre segurança e educação no trânsito voltada aos caminhoneiros que acessam o Porto de Antonina. O objetivo é alertar e conscientizar os motoristas de caminhões que trafegam pela PR-408, entre a BR-277 e o porto, passando pelas cidades de Morretes e Antonina sobre os cuidados que devem tomar ao passar pela área urbana do trajeto.

A ação consiste em uma palestra de integração aos caminhoneiros que descarregam no Porto de Antonina apontando os pontos mais perigosos da estrada e onde estão os pontos de lentidão e maior cuidado. Um folder com as indicações também é entregue a todos os motoristas que passam pela estrada em direção ao porto. Ao longo do trajeto, também estão instalados outdoors e materiais de comunicação alertando para a direção consciente e segura.

Também são entregues materiais de orientação quanto à manutenção dos veículos, como os que já são distribuídos para os caminhoneiros que passam pelo Pátio de Triagem de Paranaguá e o cais do porto.

O diretor-presidente da Appa, Luiz Henrique Dividino, explica que o objetivo da campanha é prevenir acidentes e preservar a segurança das populações das duas cidades e dos motoristas. “Atualmente, o único acesso ao Porto de Antonina é pela PR-408 e o trajeto dos motoristas passa pela área urbana de dois municípios. Queremos alertar aos caminhoneiros que a atenção deve ser redobrada nestes locais. Apesar de não ser uma obrigação da Appa, nós entendemos que cuidar da vida com segurança é uma questão de responsabilidade sócio-ambiental”, afirma Dividino.

A caminha aponta também a localização de hospitais e escolas, onde há maior fluxo de pedestres, e orienta os pontos em que a velocidade máxima da via é de 40 quilômetros por hora – reforçando que a sinalização deve ser respeitada ao longo de todo o percurso. 

O caminhoneiro Ademar Rosalino foi um dos que recebeu a orientação. Segundo ele, a ação é fundamental para que todos entendam suas responsabilidades para um trânsito seguro. “Todos têm que respeitar as regras, a sinalização e dirigir com segurança e atenção para que ninguém se machuque”, afirma.

ALTERNATIVA – Atualmente, a PR-408 é o único acesso ao Porto de Antonina, passando pela área urbana dos municípios de Antonina e Morretes. Comunidade e caminhoneiros pedem por uma alternative de acesso ao município. Recentemente, foi realizada nas duas cidades audiências públicas para apresentar à população o Estudo de Impacto Ambiental (EIA) e do Relatório de Impacto Ambiental (Rima) para a construção do novo acesso rodoviário ao porto, a PR-340.

A PR-340 representa uma alternativa para melhoria das condições urbanas, uma vez que seu traçado desviará o tráfego pesado de veículos das áreas urbanas de Morretes e Antonina. Desta forma, serão reduzidos os transtornos à população em geral, relacionados especialmente à geração de ruídos, fumaça, material particulado (poeira), vibrações e riscos de acidentes.

Com a implantação da PR-340 o tráfego com destino à Antonina deixará de impactar diretamente sete escolas e dois postos de saúde na área urbana de Antonina.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink