Porto dos Gaúchos registra avanços na agricultura
CI
Agronegócio

Porto dos Gaúchos registra avanços na agricultura

Prova disso, são as grandes lavouras que surgem em várias extensões do município
Por:
O município de Porto dos Gaúchos (618 km de Cuiabá) nunca foi tão valorizado pelos investidores que buscam a todo custo conquistar áreas de terras na região para expandirem as suas lavouras. Prova disso, são as grandes lavouras que surgem em várias extensões do município com o cultivo principalmente de soja e arroz em várias áreas que antes eram ocupadas por pastagem.


O secretário municipal de agricultura de Porto dos Gaúchos, Antônio Marques dos Santos (Toninho da Sapataria), visitou duas lavouras em ascensão no município e pode constatar o avanço da área produtiva de grãos.

Na fazenda 3-L da família Livi, 250 hectares de arroz foram plantados na safra 2011/2012 e os proprietários estimam a produção em 60 sacas de arroz por hectare. Toda a produção de arroz que está sendo colhida é lavada para um armazém no distrito de São João, onde é feito a secagem e fica armazenado para posterior venda ao mercado consumidor.

Diferentemente da maioria dos produtores que estão investindo na lavoura em Porto dos Gaúchos, a família Livi chegou ao município em 1985 como pequenos produtores. Em 2004 iniciaram a plantação de lavoura de arroz em maior escala, mas devido aos preços custo produção muito elevados e preços de venda em baixa na época, acabaram por desistir da plantação e ficaram alguns anos sem cultivar e se dedicaram a criação de gado, voltando ao cultivo de lavoura recentemente em 2009 e desde então fazem rodizio lavoura e pastagem, sendo atualmente 40% em lavoura e 60% em pastagem para bovinos.

“Quando chegamos à região essa área que estamos plantando hoje era toda em mata fechada e com a exploração de pastagem a área foi se degradando e passamos a investir em lavoura até para recuperar as pastagens e hoje é muito bom vermos todo esse progresso chegando ao município”, disse Toninho Livi que juntamente com seu irmão André e seu pai Reinaldo Livi cuidam da lavoura com o auxilio de mais um funcionário.


Em outra grande lavoura visitada na fazenda Sonho Meu, o proprietário é Narciso Enderle, que reside em Sinop, mas vem investindo no município de Porto dos Gaúchos e encontra-se hoje com uma área de 540 hectares de soja e 130 hectares de arroz plantados nesta safra. Narciso reclama principalmente da falta de estrutura com relação a peças e manutenção de maquinários que ainda é precária no município e da falta de ligação asfáltica com a BR-163, mas mantém a boa expectativa com relação aos investimentos no município.

Valdinei Correia, gerente da fazenda disse que é a primeira safra de soja que plantam na fazenda adquirida a cerca de 3 anos e que as expectativas são muito boas. “Estamos nos adaptando a qualidade do solo cultivado e conhecendo o clima e após isso teremos noção dos custos da produção e renda”, disse ele.

A chegada do Arinos Armazéns Gerais-LTDA, que está instalado próximo ao distrito de Novo Paraná (km25), em Porto dos Gaúchos e foi inaugurado no final de 2011 tem colaborado para o impulso da agricultura na região. O armazém que passou a receber as primeiras cargas de soja esta semana possui um secador de 80 toneladas de grãos, dois silos pulmões com capacidade para três mil e quinhentas sacas cada, uma capacidade para limpar 120 toneladas hora e para armazenar possui 3 silos com capacidade de 44 mil sacas cada um, totalizando uma estrutura para armazenar 132 mil sacas de produtos.


O gerente da Unidade Evandro Roberto Durks acredita que a capacidade do armazém supre a principio as necessidades dos produtores da região que estão cultivando soja e disse que de acordo com o que for aumentando a produção de grãos estarão também ampliando a capacidade do armazém.

“A produção e armazenamento são rotatórios e de acordo com a necessidade do produtor ele comercializa a safra, o que coloca a capacidade do armazém novamente disponível a receber novas cargas. Acreditamos que a instalação da unidade traz benefícios não só para o produtor rural como também para todo o município e toda a população, pois estimula o crescimento do comercio de insumos, peças e maquinários e estimula o crescimento em todos os demais setores”, enfatiza Durks.

Para o secretário de Agricultura de Porto dos Gaúchos, Antônio Marques, o município está tendo seu potencial para a agricultura reconhecido pelos grandes produtores que estão buscando adquirir áreas no município para o cultivo de grãos e é visível a vinda de vários de outras regiões interessados em investir no município. “Temos como exemplo essa unidade do Arinos Armazém instalado no município com grande capacidade de recebimento de produção e isso só vem a colaborar com o desenvolvimento e como representante do executivo municipal no segmento agricultura me sinto na obrigação de levar ao conhecimento de todos nós comerciantes e prestadores de serviços, que temos que nos preparar para esta realidade e fazer uma boa acolhida para estes investidores, oferendo boa qualidade nos serviços, investindo na capacitação e estrutura dos nossos comércios e o poder público fazendo a sua parte, temos tudo para ser um município potencia em produção agrícola”, destaca o secretário.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.