Agronegócio

Porto reativado em MS espera movimentar 300 mil toneladas de fertilizantes anualmente

distante 431 km de Campo Grande
Por:
1097 acessos

 

Reativado no fim do ano passado com o intuito de aumentar as exportações, auxiliando no escoamento da produção de MS, o porto de Porto Murtinho - distante 431 km de Campo Grande, recebeu nesta semana a primeira carga de aço para transporte com destino a Bolívia.

A empresa Arcelor Mittal descarregou na terça-feira no município, a primeira carga de um total de 4.500 toneladas do aço bruto que serão exportados para a cidade boliviana de Puerto Quijarro. No total, 20 carretas que saíram de Piracicaba, no interior paulista, chegaram a cidade com com 35 toneladas cada.

A primeira carga exportada pelo porto foi de 6 mil toneladas de açúcar a granel, comercializada pela usina Eldorado MS em outubro do ano passado, com destino ao Uruguai.

A unidade também deve importar produtos, sendo que a expectativa é que só a Bunge, passe por Porto Murtinho 300 mil toneladas de fertilizantes vindos da Argentina anualmente, segundo previsão da APPM (Agência Portuária de Porto Murtinho).

Por lá foram abertos 20 empregos diretos e outros 50 postos indiretos. Para o prefeito de Porto Murtinho, Heitor Miranda (PT), os avanços alcançados pela Agência Portuária são evidentes e impulsionam o desenvolvimento econômico da cidade. “O porto desenvolveu muito e tem sido parceiro da cidade e da sua população”, disse.
 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink