Postos começam a reajustar preço do etanol
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,140 (0,73%)
| Dólar (compra) R$ 5,61 (0,05%)


Agronegócio

Postos começam a reajustar preço do etanol

Distribuidoras que atuam em MT estão vendendo o etanol hidratado aos postos com preços até 12% maiores
Por:
901 acessos

As distribuidoras de combustíveis que atuam em Mato Grosso estão vendendo o etanol hidratado aos postos com preços até 12% maiores. Com a alta, em Cuiabá, já é possível encontrar o litro do produto por R$ 1,66. Na semana passada, o álcool era vendido aos consumidores, em média, por R$ 1,57, cujo valor ainda pode ser verificado em algumas revendas. A elevação poderá causar efeito no bolso de outros motoristas, já que o preço da gasolina também poderá sofrer reajuste nas próximas semanas, já que possui 25% de etanol anidro na sua composição.

Segundo o gerente da Distribuidora Idaza, Tadeu Ramos, o valor majorado repassado aos postos é em função alta no preço cobrado pelas usinas, que chegou a 12% na última semana. O proprietário da Distribuidora Simarelli, Carlos Simarelli, conta que atualmente está comprando o litro do etanol da usina por R$ 1,15, enquanto antes do reajuste era R$ 1,05/l. Para os postos, ele destaca que a alta passou de R$ 1,19/l para a média de R$ 1,29/l. O empresário afirma que mensalmente comercializa 2,5 milhões de litros para cerca de 45 postos no Estado.

O posto Vitória, em Cuiabá, está entre os estabelecimentos que já reajustaram o valor do etanol. O proprietário, Flávio Passadore, diz que na semana passada comprou das distribuidoras o combustível mais caro. De acordo com ele, o preço etanol sofrerá aumentos até o início da próxima safra, ou seja, abril do ano que vem. "O combustível poderá chegar a R$ 1,90".

Por outro lado, o diretor-executivo do Sindicato das Indústrias Sucroalcooleiras de Mato Grosso (Sindálcool-MT), Jorge dos Santos, afirma que as 9 usinas atuantes no Estado não repassaram nenhum reajuste. "A alta é prevista somente para este fim deste mês".

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink