Potencial de crescimento da avicultura é tema de debate no TO
CI
Agronegócio

Potencial de crescimento da avicultura é tema de debate no TO

Segundo o engenheiro agrônomo da Seagro, José Waltex Aguiar, a produção de frango cresceu de 2003 para 2011 mais de 400%
Por:

As perspectivas para o aumento da produção de frango no Tocantins são animadoras, principalmente na região Norte do Estado. A constatação foi feita por vários participantes do Dia Especial de Avicultura no Tocantins, que aconteceu nessa quarta-feira, 15, no Campus de Medicina Veterinária e Zootecnia da UFT – Universidade Federal do Tocantins, em Araguaína. Na ocasião, representantes da Seagro – Secretaria da Agricultura, da Pecuária e do Desenvolvimento Agrário, acadêmicos de Zootecnia e produtores trocaram informações sobre as potencialidades e as técnicas de produção para fortalecimento do setor.

Segundo o engenheiro agrônomo da Seagro, José Waltex Aguiar, a produção de frango cresceu de 2003 para 2011 mais de 400%. “A expectativa é de crescimento para os próximos anos. As empresas que trabalham com sistema de produção integrada estão expandindo a quantidade granjas na região Norte”, argumentou.

Aguiar disse ainda, que o aumento da produção de grãos, como a soja e o milho, são fatores favoráveis para aumento da criação de frango no Tocantins. “A produção de grãos de 2002 a 2010 cresceu 113% no Tocantins. Em 2001 a área de plantio de milho era de 65 mil hectares. Na safra 2009/2010 cresceu para 264 mil hectares”, destacou.

Segundo a professora do curso de Zootecnia, Kênia Rodrigues, atualmente o Tocantins possui uma criação de cinco milhões de aves, por cada ciclo, o que demanda uma quantia 2,5 quilos de ração por ave. “Essa quantia corresponde a 25 milhões de quilos por ano, o que mostra grande demanda por estes grãos”. Para a Professora o consumo do milho para ração é de 65%, mais a tendência do mercado de granja é crescer muito mais. “Isso mostra que temos que produzir ainda mais grão”, enfatizou.

Produção

As duas grandes empresas instaladas na região Norte são responsáveis pela maioria da produção de frangos no Estado, no sistema de integração, entre empresas e pequenos produtores. A empresa Frango Americano produz 1,1milhão de quilos de frangos por ano. Já a Asa Norte contribui com 1,6 milhão de quilos anualmente.

Avinto

De acordo com dados da Avinto – Associação dos Avicultores do Estado do Tocantins, os produtores da região Norte do Estado criam frangos no sistema de integração em 200 galpões, porém a expectativa para 2015 é aumentar para 600 galpões. Cada galpão tem capacidade para criar 30 mil aves, resultando em uma criação de 18 milhões de aves, em cada ciclo de 60 dias.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.