Potencial do TO para produção de biocombustível é apresentado na FGV
CI
Agronegócio

Potencial do TO para produção de biocombustível é apresentado na FGV

Secretário executivo apresentou potencial do Tocantins para o biodiesel
Por:

A Seagro – Secretaria da Agricultura, da Pecuária e do Desenvolvimento Agrário, como coordenadora do grupo de trabalho de Biocombustíveis do Coppe – Conselho de Coordenação de Programas e Projetos Estratégicos para o desenvolvimento da Ferrovia Norte Sul, participou na última segunda-feira, dia 30, de reunião com representantes da FGV - Fundação Getúlio Vargas, em São Paulo (SP). Na ocasião o secretário executivo da Seagro, Ruiter Padua, apresentou o potencial do Tocantins para a produção de biocombustíveis.

Padua destacou que a produção de biocombustível no Tocantins, principalmente com os agricultores familiares, tem recebido incentivos do Governo Estadual, como a parceria com o Governo Federal, através do MDA – Ministério do Desenvolvimento Agrário para a criação dos polos de produção de biodiesel. “O principal objetivo do polo é a melhoria da renda e o combate à pobreza (social, ambiental e econômica) no campo, através da inclusão de agricultores familiares na cadeia do biodiesel”, frisou o secretário executivo, acrescentando que a meta do Governo é que 250 famílias de agricultores familiares passem a produzir oleaginosas no Estado.

De acordo com o diretor de Agroenergia da Seagro, Luiz Eduardo Leal, a secretaria também fez o trabalho de articulação para apresentação do estudo sobre o potencial produtivo da área de influência da Ferrovia Norte Sul, realizado pela Valec. “O estudo foi apresentado pelo assessor comercial da empresa, Mauro Augusto Ramos, para o coordenador do Centro de Agronegócio, Roberto Rodrigues e a gerente do centro, Cecília Fogan Costa. A criação de um Fundo de Investimento em Agroenergia, para aplicação em projetos no Estado do Tocantins, também foi discutida no encontro”, completou Leal.

Segundo o Diretor, para a reunião na FGV a Seagro também organizou uma apresentação da empresa japonesa Nippon Koei, de um projeto que prevê, no Tocantins, a produção, comercialização, escoamento de grãos e obras de infraestrutura por meio de Parceria Pública/Privada. “A apresentação foi feita pelo presidente da empresa, Kevin Tynes, e os resultados serão apresentados após a análise do potencial e das vantagens da parceria, pelas partes interessadas”, explicou Leal.

Cana-de-açúcar

Como desdobramento do ciclo de palestras realizadas sobre combustíveis, durante a Agrotins 2012 – Feira de Tecnologia Agropecuária, o Secretário Executivo, juntamente com o Diretor de Agroenergia da Seagro, visitou na terça-feira a Única – União Nacional da Indústria de Cana-de-açúcar. “A Única representa 123, das maiores usinas do território brasileiro e o nosso contato foi para articular uma possível realização de um worshop de apresentação do estudo do potencial de biocombustível no Estado”, adiantou Padua.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink