Potencial gaúcho para receber investimentos é apresentado na Expointer

Agronegócio

Potencial gaúcho para receber investimentos é apresentado na Expointer

Representações de 11 países assistiram a uma exposição sobre as potencialidades econômicas, a infra-estrutura e as oportunidades de negócios disponíveis no Rio Grande do Sul
Por: -Silvano
221 acessos

Delegações de empreendedores estrangeiros em visita à 30ª Expointer foram recebidas pela governadora Yeda Crusius e pelo secretário de Desenvolvimento e dos Assuntos Internacionais, Nelson Proença, nessa quinta-feira (30-08), na sede da CaixaRS no Parque Assis Brasil, em Esteio. Representações de 11 países assistiram a uma exposição sobre as potencialidades econômicas, a infra-estrutura e as oportunidades de negócios disponíveis no Rio Grande do Sul.

Aos empresários e cônsules presentes, foi relatado, por exemplo, que o Estado tem o maior índice de qualidade de vida do Brasil, responde por 10% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional – com participação em torno de US$ 100 bilhões – e por mais de 15% das exportações do país. Foi mostrado também que o Rio Grande do Sul está localizado a meia distância entre dois grandes pólos econômicos e políticos do Mercosul, que são Buenos Aires e São Paulo.

Entre outros aspectos, também foram destacados o potencial tecnológico gaúcho, os investimentos que o Estado vem atraindo nos setores de florestamento, biotecnologia e energia renovável, a importância conquistada nos segmentos agroindustrial e metal-mecânico e a capacidade do Porto de Rio Grande, que possui o maior calado entre os portos do Mercosul. Os participantes do encontro souberam ainda que o Estado está desenvolvendo projetos de inovação do agronegócio e para agregar valor ao produto primário, além de programas de integração com 15 universidades, para qualificação de mão-de-obra, especialmente em tecnologia. Por último, foi exibido um painel reunindo um conjunto de grandes empresas que já investem no Rio Grande do Sul.

A governadora definiu a exposição como um sumário da confiança que o Estado oferece sob o ponto de vista econômico, já avalizada pelo porte das empresas que abriga. “Aqui se tem a primeira demonstração de uma política de irrigação, fruto da tecnologia e da inovação”, enfatizou. “Temos orgulho de termos evoluído da maneira como evoluímos, exatamente por buscar entender cada vez melhor como pensam aqueles que vêm nos visitar. Queremos ser anfitriões de todo tipo de negócio”, acrescentou a governadora, citando como instrumento para isso a CaixaRs - que esteve representada por sua presidente, Susana Kakuta. Estiveram presentes delegações do Canadá, Romênia, Suíça, Equador, Colômbia, Japão, Inglaterra, Portugal, China, Rússia e Alemanha. As informações são da assessoria de imprensa do evento.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink