Potencial produtivo também é diferencial da soja Inox

Agronegócio

Potencial produtivo também é diferencial da soja Inox

O foco principal não é somente sua resistência à ferrugem asiática
Por:
1767 acessos
O foco principal da soja Inox não é somente sua resistência à ferrugem asiática, principal doença da oleaginosa, mas também seu excelente potencial produtivo. A produtividade, juntamente com o esforço na redução dos custos de produção, continuará sendo o principal fator de lucratividade na atividade rural. “A soja Inox significa mais produtividade, redução de custos e ainda contribui com o meio ambiente, pois ela diminui o uso de agroquímicos no processo produtivo”, afirmam os pesquisadores.


Na média dos ensaios comparativos da soja Inox com os padrões mais produtivos plantados atualmente no Estado, a soja Inox superou todos eles, demonstrando assim seu alto potencial produtivo.

Além da maior tranqüilidade e segurança no controle da ferrugem, o produtor que plantar a soja Inox irá economizar no mínimo uma aplicação de fungicida por hectare (custo do produto mais o custo da aplicação), podendo chegar até a três.

A grande vantagem desta tecnologia é tornar o controle da ferrugem mais tranqüilo e seguro para o produtor. E completa: “A aplicação de fungicidas não será totalmente eliminada porque eles continuarão sendo necessários para o controle de outras doenças que ocorrem na cultura da soja, como o nematóide. Além disso, alguns destes genes conferem uma resistência parcial onde, em algum momento, pode haver alguma esporulação, ainda que em níveis bem menores do que nas variedades suscetíveis, neste caso, a união da resistência genética com a proteção química irá garantir o controle da ferrugem. Desta forma podemos assegurar uma economia de no mínimo uma aplicação de fungicida por hectare”. Apesar da resistência da soja Inox, a Fundação MT não recomenda a eliminação total da aplicação de fungicidas na cultura da soja, pois ainda ocorrem outras doenças fúngicas que atacam a soja e que devem continuar sendo controladas com o uso de fungicidas, como o nematóide do cisto e a mancha alvo.


Ao contrário de outras doenças da soja controladas geneticamente, o fungo causador da ferrugem asiática tem uma grande capacidade de se modificar, originando novas raças e podendo assim “quebrar” a resistência. Assim, a utilização da soja Inox em conjunto com a proteção química e de práticas culturais como o vazio sanitário trarão maior durabilidade aos fungicidas e à resistência genética.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink