ANÁLISE AGROLINK

Pouca movimentação em Chicago

Chineses voltam a demonstrar interesse na soja estadunidense
Por: -Leonardo Gottems
170 acessos

O preço da soja na Bolsa de Cereais de Chicago registrou na terça-feira (31.10) alta de 0,25 centavo de Dólar no contrato de Janeiro/18, fechando em US$ 9,8475 por bushel. Os demais vencimentos em destaque da commodity na CBOT também fecharam a sessão com ligeiras valorizações entre 0,25 e 1,00 ponto.

O mercado norte-americano registrou uma sessão de leves ganhos nas principais cotações dos futuros, encontrando estabilidade no último dia do mês. Sem novidades nos fundamentos capazes de alterar os preços da oleaginosa, os investidores realizaram apenas poucos movimentos.

“As vendas agressivas no milho/trigo chegaram a puxar as cotações da soja. Entretanto, a forte demanda por exportação de soja e a redução de bases no mercado físico norte-americano sustentou os futuros da oleaginosa nas últimas horas desta sessão. O mercado desenvolve uma mentalidade sucinta de que o USDA poderá reduzir novamente as produtividades da soja nos Estados Unidos. Os relatos diretamente do campo trazem quedas acentuadas de rendimento da soja plantada após o dia 10 de maio, que acabaram sofrendo com as estiagens no período crucial de florescimento e enchimento do grão”, aponta a Consultoria AgResource.

Os analistas apontam que as margens de lucro no esmagamento da soja na China voltam a operar no positivo, com compras de novos cargueiros de soja norte-americano: “Os chineses voltam a demonstrar interesse na soja estadunidense, uma vez que a oferta do grão disponível se torna abundante e os preços de venda para exportação são cada vez mais atrativos. As importações anuais na China podem alcançar 96-97 MT de soja, contra 95MT estimadas pelo USDA”.


 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink