Agronegócio

Pouca oferta de carne mantém preços elevados

O mercado de carne bovina perdeu a força
Por: -Alex Santos Lopes da Silva
924 acessos
O mercado de carne bovina perdeu a força.

No acumulado dos últimos sete dias os preços dos cortes sem osso ficaram ligeiramente menores, 0,1%, na média geral, de todos os itens pesquisados. Nas duas semanas anteriores o cenário era de forte valorização.

Embora o comportamento tenha sido diferente do esperado, já que o período é normalmente marcado pela melhora nas vendas, os cortes de traseiro seguem nos maiores preços do ano, R$14,50/kg, em média.

As carnes de dianteiro puxaram o mercado para baixo, ficando 0,4% mais baratas, mas ainda assim são vendidas a valores elevados, só ficando, em 2013, abaixo do preço médio registrado na semana anterior, R$8,29/kg. Atualmente são comercializadas por R$8,26/kg, em média.


As recentes valorizações limitaram o movimento altista na semana atual, embora o consumo siga ajustado à oferta.

Além disso, a escalada de preços da arroba, cada vez mais cara, não permite que as indústrias reduzam significativamente os preços da carne, sem que suas margens sejam prejudicadas.

Mesmo com este patamar de preços da carne, somado à alta do couro e sebo, a margem da indústria que faz a desossa, considerando um acompanhamento diário, está no menor valor desde a primeira quinzena de setembro, 24,5%.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink