PR: Pedágio pode representar até 45% do custo com transporte de grãos

Pedágio

PR: Pedágio pode representar até 45% do custo com transporte de grãos

Preços cobrados pelo pedágio são responsáveis pela depreciação de renda do produtor rural, diz estudo
Por:
403 acessos

Os gastos com pedágio pelas rodovias do Paraná podem representar até 45,26% do custo do transporte. O custo é calculado com cargas que saem de Foz do Iguaçu, no Oeste do Estado, com destino ao Porto de Paranaguá, que pagam R$ 977,60 em tarifas. Os dados são de um levantamento feito pela Gerência Técnica e Econômica do Sistema Ocepar (Getec).

Ainda de acordo com a pesquisa, mesmo em localidades mais próximas do porto, como em Ponta Grossa, o índice de gastos pode atingir 19,96% do custo total com transporte.

As tarifas de pedágio podem atingir o equivalente a 8,3% do custo operacional de produção, em se tratando de milho, e de 4,9%, no caso da soja. O estudo conclui ainda que, “por encarecer o transporte da produção de forma significativa, os preços cobrados pelo pedágio são responsáveis pela depreciação de renda do produtor rural.

Além disso, esses custos elevados desestimulam os investimentos nas regiões mais distantes do porto e prejudicam, assim, o seu desenvolvimento”. 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink