PR e SC se unem no combate a febre aftosa
CI
Agronegócio

PR e SC se unem no combate a febre aftosa

Entre as ações estão a otimização dos recursos em barreiras fixas
Por:

O risco eminente do vírus da febre aftosa fez com que o Paraná e Santa Catarina unissem forças no combate a doença. As secretarias de Agricultura dos dois estados definiram medidas de fiscalização. Entre as ações estão a otimização dos recursos em barreiras fixas, fiscalização na fronteira com São Paulo e Mato Grosso do Sul, monitoramento das propriedades problemáticas, desenvolvimento de um banco de dados do sistema de trânsito paranaense entre Mato Grosso do Sul, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, entre outras medidas. Santa Catarina é o único estado brasileiro certificado pela Orga­­ni­­zação Mundial de Saúde Animal como livre da doença sem vacinação. O Paraná tem como meta al­­cançar esse status em 2013.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.