PR lidera recolhimento de embalagens de agrotóxico em setembro

Agronegócio

PR lidera recolhimento de embalagens de agrotóxico em setembro

O Paraná assumiu em setembro a liderança no ranking nacional de recolhimento de embalagens de agrotóxicos vazias: foram coletadas 338,6 mil toneladas em território paranaense – o equivalente a 23% do total coletado no país
Por:
267 acessos

O Paraná assumiu em setembro a liderança no ranking nacional de recolhimento de embalagens de agrotóxicos vazias: foram coletadas 338,6 mil toneladas em território paranaense – o equivalente a 23% do total coletado no país. Cada tonelada representa aproximadamente 25 mil embalagens retiradas do meio ambiente. O programa estadual de recolhimento é coordenado pela Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos – por meio da Superintendência de Desenvolvimento de Recursos Hídricos e Saneamento Ambiental (Suderhsa) –em parceria com o Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (InPEV).

Segundo o secretário Rasca Rodrigues, há seis anos o Paraná ocupava a nona colocação em recolhimento de embalagens. “Trabalhando constante e efetivamente junto com todos os elos do sistema (agricultores, fabricantes, cooperativas e poder público), temos garantido um dos melhores índices nacionais e até mesmo mundiais”, comentou.

“Hoje, quando não somos o primeiro, ficamos entre os três Estados brasileiros que mais coletam embalagens. De cada 100 embalagens comercializadas no Estado, 97 são devolvidas às centrais de recolhimento”, acrescentou.

Recolhimento:

De acordo com o presidente da Suderhsa, Darcy Deitos, de janeiro a setembro deste ano o Paraná contribuiu com o recolhimento de 2.929,292 toneladas de embalagens. “Se comparado ao mesmo período do ano anterior, quando foram coletadas 2.779,465 toneladas, o Paraná registrou um aumento de 5,3% no volume de embalagens retiradas do meio ambiente”, comentou Deitos.

Ele atribui a melhora no índice “à conscientização ambiental, que vem crescendo significativamente no homem do campo e em todo o setor produtivo, e também aos freqüentes cursos para formação de agentes multiplicadores realizados em todo o Estado”. As informações são da assessoria de imprensa do governo do Estado do Paraná.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink