Praga da vaquinha ataca lavouras de soja no MT

Agronegócio

Praga da vaquinha ataca lavouras de soja no MT

Na área plantada, há poucos dias, a soja já sofre com o ataque da pragas
Por: -Redação
4 acessos

Uma praga conhecida popularmente como vaquinha da soja está atacando as lavouras em Campo Novo do Parecis, sudoeste de Mato Grosso. Numa área plantada há poucos dias a soja mal emergiu e já sofre com o ataque da vaquinha, praga que come a folhagem e prejudica o desenvolvimento da planta.

A vaquinha sempre existiu na região, mas nunca com tanta intensidade. Do ano passado para cá houve um aumento relevante e as aplicações estão aumentando num nível preocupante. A gente tem áreas com soja de 20 dias que está com cinco aplicações já, o que é um custo muito grande, conta o técnico agrícola Renato Konzen.

A maneira mais eficiente de combater a praga é com o tratamento da semente que, além do fungicida, que já é hábito, recebe também um inseticida específico contra a vaquinha. Os dois produtos têm um tom rosado. A semente entra na máquina in natura e sai do outro lado pronta para ir ao campo.

O produtor Leonardo Eidith caminha tranqüilo pela lavoura onde plantou a semente tratada. O resultado: os insetos que atacaram a planta morreram ali mesmo. No ano passado não foi feito o tratamento em praticamente nada da área, só um teste com inseticida na semente e o resultado foi bom. Esse ano estamos fazendo em toda a área e está muito bom o controle, afirma ele.

Esse tratamento da semente aumenta em R$ 12,00, cerca de 1%, o custo de cada hectare.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink