Preço aumento, mas indústrias continuam comprando algodão de Mato Grosso

Agronegócio

Preço aumento, mas indústrias continuam comprando algodão de Mato Grosso

Por:
945 acessos
Mesmo com alta no preço, as indústrias continuam comprando a pluma produzida em Mato Grosso. Desde fevereiro, quando as empresas retomaram as atividades, o preço da arroba do algodão teve aumento de 18%, chegando aos patamares de R$ 66/@. Conforme levantamento feito pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) a cotação atual é a maior desde junho de 2011, quando os preços estavam com tendência de queda. 


De acordo com a analista do Imea, Elisa Gomes, as indústrias estão tentando antecipar a compra da pluma, cujo preço deve aumento no final da safra. Conforme ele, a perspectiva de queda na produção de algodão nos Estados Unidos pode elevar o preço do produto no mercado interno.


Relatório do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (sigla em inglês,USDA) divulgado na última semana apontou que a área plantada de algodão na safra 13/14 deve diminuir 19%, passando de 5 milhões de hectares para 4,4 milhões de hectares.


Os Estados de Arkansas, Louisiana, Mississippi, Novo México e Oklahoma devem apresentar recordes de redução. Esse contexto negativo sustenta o preço no mercado internacional deixa a pluma importada com preços mais elevados do que no mercado interno. Esta semana, o importador brasileiro pagaria R$ 82,68/@, enquanto o mercado interno oferece pluma a R$ 74,40/@.


"Ainda está compensando comprar a pluma no mercado interno do que optar pela importação. No entanto, isso indica que o preço do produto ainda tem espaço para crescer no mercado nacional", avalia a analista do Imea.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink