Preço da soja cai nos portos brasileiros
CI
MERCADO FÍSICO

Preço da soja cai nos portos brasileiros

Prêmios continuam a subir e a lucratividade caiu levemente
Por: -Leonardo Gottems

As cotações da soja tiveram nesta segunda-feira (18.06) um dia de comportamentos mistos no mercado físico brasileiro, influenciadas pelas altas do Dólar (0,27%) e da Bolsa de Chicago (0,33%). De acordo com os índices do Cepea, apurados junto aos diversos participantes do mercado, em média os preços desceram 0,24% nos portos e subiram 0,19% no interior do País.

Segundo o analista Luiz Fernando Pacheco, da T&F Consultoria Agroeconômica, os prêmios continuam a subir e a lucratividade caiu levemente nas últimas duas semanas: “Mas ainda está muito atraente, com retorno financeiro para a soja no Brasil, e isto deve ser levado em consideração”. 

De acordo com Pacheco, para aqueles que eventualmente ainda não venderam nada (ou pelo menos o suficiente para cobrir seus custos), a sugestão é olhar para a lucratividade: “Os lucros ainda estão altos e podem ser aproveitados, antes que eventualmente despenquem mais. Sim, porque o horizonte está mais para estabilidade ou baixa do que para alta”. 

Estabilidade, explica ele, no sentido de que as cotações de Chicago ainda podem cair mais, com a recusa da China de comprar soja americana. “Pelo menos não nas proporções que o fazia todos os anos, e com o aumento de produção de soja nos EUA”, argumenta o especialista da T&F. 

“Para onde você acha que o mercado vai com o aumento de produção e redução da demanda? É certo que as quedas de Chicago são parcialmente compensadas com os aumentos dos prêmios no Brasil, mas o que estamos vendo é uma compensação insuficiente e, com isto, o que podemos prever é a manutenção dos preços atuais e não uma alta acentuada, nem sequer aos níveis em que já esteve”.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink