Preço da soja em ligeira queda também no Brasil

MERCADO FÍSICO

Preço da soja em ligeira queda também no Brasil

Valor se manteve pelo segundo dia no Porto de Paranaguá
Por: -Leonardo Gottems
281 acessos

As cotações da soja tiveram na terça-feira (21.11) mais um dia de leves baixas de preços no mercado físico brasileiro, acompanhando a tendência verificada na Bolsa de Chicago (CBOT). Por exemplo, no interior do País, a saca de soja (60 quilos) foi vendida a R$ 53,04 em Sorriso (Mato Grosso). A cotação significou uma baixa de 0,46% sobre os R$ 54,09 oferecidos na última avaliação.

Já no Porto de Paranaguá (Paraná), a saca de 60 quilos da oleaginosa disponível foi comercializada por R$ 74,00, o que manteve a cotação anterior. Todos os preços são FOB (Free On Board – contrato de exportação com custos de transporte interno incluso até o carregamento do navio).

FUNDAMENTOS

“Os níveis de umidade do solo na Argentina têm chegado próximo à expansão do stress hídrico prejudicial ao desenvolvimento da cultura plantada. A ARC estima que pouco mais de 30% da soja já foi semeada na argentina, até o momento. O ritmo é similar ao desenvolvimento do plantio em 2016, no entanto, as previsões climáticas para os próximos dias já começa a preocupar e desacelerar o progresso dos implementos semeadores”, afirma a Consultoria AgResource.

Os mapas climáticos da agência meteorológica independente ECMWF apontam que, com a falta de chuvas generalizadas desde a primeira semana de novembro, os produtores argentinos têm esperado índices pluviométricos acima dos 30mm, os quais não se confirmam nas previsões climáticas: “Até ontem, melhores chances de chuvas foram criadas para o centro do país, no começo de dezembro. No entanto, nas atualizações de hoje, tais precipitações se retraíram, diminuindo os índices pluviométricos previstos”.
 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink