MERCADO FÍSICO

Preço da soja segue em queda no Brasil

Parcialmente compensadas com a alta nos prêmios dos meses mais próximos nos portos
Por: -Leonardo Gottems
1339 acessos

As cotações da soja tiveram nesta quarta-feira (18.04) um dia de baixas no mercado físico brasileiro, influenciadas pelas baixas no Dólar e na Bolsa de Chicago. De acordo com a T&F Consultoria Agroeconômica, em média os preços caíram 0,02% nos portos e 0,28% nos postos do interior do País (índices do Cepea).

O analista da T&F Luiz Fernando Pacheco afirma que as quedas do dólar, de 0,82% e de Chicago, de 0,41% fizeram os preços da soja cair: “Estas quedas foram parcialmente compensadas com a alta de 2 cents/bushel nos prêmios dos meses mais próximos nos portos brasileiros, razão pela qual os preços pagos sobre rodas praticamente permaneceram inalterados”.

FUNDAMENTOS

Dos 9 milhões de toneladas de quebra da safra atual de soja (produção de 38MT contra 57MT da safra anterior), a Argentina já conseguiu se abastecer de 4,0MT no mercado internacional, das quais 3,0MT do Paraguai, 240 mil tons dos EUA, 120 mil tons do Brasil e o restante do Uruguai e Bolívia (via fluvial).

De acordo com Pacheco, a intenção da Argentina é não perder sua share no mercado internacional de farelo e de óleo de soja, nos quais é o principal fornecedor mundial: “Se conseguir, ou mesmo se reduzir bastante as suas ‘faltas’, as cotações do complexo de soja tenderão a cair a longo prazo”. 

Existe, portanto, uma disponibilidade de 52,86 MT. “Destas 4,63MT foram negociadas para exportação em grão, 10,03MT foram adquiridas pelas indústrias esmagadoras, 1,31MT serão destinadas a sementes e forrageiras em grão, totalizando comprometimento de 15,98MT ou 32,70% da disponibilidade. Restariam ainda para serem comercializadas cerca de 32,88 MT, ou 67,3% da disponibilidade atual do país”, conclui. 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink