Preço de aves e ovos aumentou 5,38% em 2011, diz IBGE


Agronegócio

Preço de aves e ovos aumentou 5,38% em 2011, diz IBGE

Entretanto, quando a mesma comparação se estende a todo o período de vigência do atual padrão monetário brasileiro, constata-se que aves e ovos, carnes e o próprio índice geral perdem
Por:
960 acessos
De acordo com o IBGE, aves e ovos acumularam em 2011 variação de preços da ordem de 5,38%, o que significa que sofreram incremento inferior ao do próprio IPCA, cuja variação anual ficou em 6,50%.

O gráfico abaixo – que compara aves e ovos com alguns outros itens selecionados, como carnes, serviços de comunicação, energia elétrica e transporte público, além do índice geral indicativo da variação do IPCA – aponta que, no ano, a evolução registrada por aves e ovos foi superior à dos serviços de comunicação, da energia elétrica e, também, das carnes (bovina e suína).


Entretanto, quando a mesma comparação se estende a todo o período de vigência do atual padrão monetário brasileiro, isto é, desde julho de 1994, constata-se que aves e ovos, carnes e o próprio índice geral perdem (e feio) dos chamados “preços administrados”.


Ou seja: se é verdade que o padrão do consumidor brasileiro melhorou na vigência do Real, o ganho adicional, com certeza, não está sendo direcionado para alimentos como carnes e aves e ovos.




Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink