Preço de terras em áreas rurais aumenta 10% em 2011


Agronegócio

Preço de terras em áreas rurais aumenta 10% em 2011

As maiores valorizações foram registradas no Centro-Oeste e Nordeste
Por:
2263 acessos
O preço das terras em áreas rurais no Brasil registrou alta de 10% em 2011. A valorização dos preços internacionais das commodities agrícolas fez com que o setor não sofresse consequências da crise econômica mundial. Em algumas regiões, um alqueire, que corresponde a 4,84 hectares, chega a custar até R$ 150 mil. Nas regiões Sul e Sudeste, as terras disponíveis para atividades econômicas de agropecuária são as mais caras no país. Entretanto, em 2011, as maiores valorizações foram registradas no Centro-Oeste e Nordeste.


Em Estados como Mato Grosso, Goiás e Bahia, o hectare praticamente dobrou de preço nos últimos cinco anos, segundo consultores de mercado. Com o avanço da agricultura, em especial a cana-de-açúcar, sobre as áreas de pastagens, até mesmo as terras mais afastadas das cidades foram ficando mais caras. Consequentemente, as grandes fazendas reduziram de tamanho.


De acordo com o corretor Ismael José, que tem 30 anos de profissão, houve época em que um alqueire de terra na região Central do Brasil poderia ser comprado por menos de R$ 10 mil e em grande quantidade. Ele aponta que o investimento em área rural é um negócio lucrativo.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink