Preço do leite ao produtor registra alta

Agronegócio

Preço do leite ao produtor registra alta

Por:
1915 acessos
Aumento no custo dos insumos diminui margem de lucro dos pecuaristas

O preço pago aos produtores de leite registrou um leve reajuste nos três primeiros meses de 2013 em comparação com o mesmo período do ano passado. Em janeiro, o valor do produto iniciou o ano a R$ 0,84 o litro, contra R$ 0,80/l registrado no início de 2012. Em fevereiro, o preço pago pelo litro do produto subiu 6,3% em relação ao mesmo período do ano passado, fechando o segundo mês de 2013 a R$ 0,84 o litro.


Em março deste ano, o preço do leite oferecido ao produtor finalizou a R$ 0,82/l, contra R$ 0,80/l registrado no mesmo período de 2012. De acordo com Fábio Mezzadri, veterinário do Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento (Seab), o baixo volume de captação no ano passado foi um dos motivos do acréscimo nos preços do produto. "Tivemos em 2012 uma expressiva alta nos valores dos insumos, isso fez com que os pecuaristas reduzissem o volume de alguns alimentos dados aos animais, diminuindo consequentemente a produtividade das fêmeas", explica.

Insumos como o farelo de soja e milho foram os principais vilões da cadeia produtiva leiteira no ano passado. Segundo Mezzadri, só agora os preços desses produtos começaram a apresentar uma ligeira queda por causa da colheita da safra de grãos. Na semana passada, os preços da saca de soja e de milho fecharam, de acordo com o Deral, em R$ 53,74 e R$ 22,05, respectivamente. Para efeito comparativo, em dezembro de 2012, os valores das duas commodities finalizaram o ano a R$ 67,25 e R$ 26,92 a saca.


Mesmo com a redução nos preços das commodities agrícolas, Mezzadri afirma que o preço do leite pago aos produtores deverá se manter em patamares elevados, "isso porque estamos entrando no inverno, período em que começa a faltar alimento para o gado", justifica o veterinário.

Valdeir Martins, produtor na região de Londrina, afirma que o reajuste no valor pago pelo litro de leite aos pecuaristas é insuficiente até mesmo para manter os animais em produção. "R$ 0,84 é muito pouco se comparado aos altos preços das commodities agrícolas. O ideal deveria ser acima de R$ 0,95 o litro ", observa. O pecuarista pede para que os laticínios melhorem o pagamento dos seus fornecedores.


Varejo

De acordo com informações levantadas pelo Deral, o preço do leite para o consumidor também registrou alta. O valor do litro do leite pasteurizado, por exemplo, fechou em março passado a R$ 1,59, contra R$ 1,49 registrado no mesmo período do ano passado. O leite longa vida passou de R$ 1,78 em março de 2012 para R$ 1,95 em março de 2013. Mezzadri afirma que os valores desses produtos também deverão continuar elevados até o final do inverno.

Atualmente, o Paraná é o terceiro maior produtor de leite do Brasil, somando 3,8 bilhões de litros por ano, somente atrás de Minas Gerais e Rio Grande do Sul. De acordo com o último senso do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o rebanho leiteiro paranaense é estimado em mais de 2,63 milhões de animais.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink