Preço do leite ao produtor teve mais um mês de forte alta, mas mercado deve perder força

Agronegócio

Preço do leite ao produtor teve mais um mês de forte alta, mas mercado deve perder força

Expectativa já é de uma menor pressão de alta para o pagamento a ser realizado em agosto
Por:
1159 acessos

O preço do leite ao produtor (média nacional) subiu 6,0% no pagamento de julho, referente à produção entregue em junho. Segundo levantamento da Scot Consultoria, o produtor recebeu, em média, R$1,174 por litro. Em relação a julho do ano passado, o preço do leite subiu 21,6%, em valores nominais.

A concorrência entre os laticínios pela matéria-prima é o principal fator de alta do preço do leite no mercado interno, visto que o cenário do lado da demanda não melhorou. Apesar do aumento da produção nos últimos dois meses (comparações mensais), em julho o indicador apontou para uma oferta 4,6% menor, em relação a igual período do ano passado, considerando a média nacional.

Em curto prazo a produção deverá aumentar no Sul do país e principais bacias da região Sudeste, mas os incrementos deverão ser mais comedidos este ano, em função dos menores investimentos e gastos por parte do produtor na atividade, além de questões climáticas.

De qualquer maneira, a expectativa já é de uma menor pressão de alta para o pagamento a ser realizado em agosto. Não estão descartadas quedas nos preços do leite em curto prazo.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink