Preço mínimo da uva sobe na safra 2020/21
CI
Imagem: Marcel Oliveira
VALORIZAÇÃO

Preço mínimo da uva sobe na safra 2020/21

Valor de R$ 1,10/Kg é para as regiões Sul, Sudeste e Nordeste
Por: -Eliza Maliszewski

O Diário Oficial da União desta segunda-feira (9) traz a portaria que reajusta o valor do preço mínimo da uva para suco e vinho. O novo valor passa avaler em 1º de janeiro de 2021 e vale até 31 de dezembro de 2021.

O preço mínimo da uva industrial será de R$ 1,10/kg para safra 2020/2021. O novo preço é destinado aos estados da região Sul, Sudeste e Nordeste para a uva destinada à fabricação de suco, vinho e outros derivados (com 15° glucométricos).

O novo preço, fixado em 22 de outubro pelo Conselho Monetário Nacional, leva em conta os custos variáveis de produção das lavouras, além de considerar outros indicadores de mercado. A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) elabora um estudo sobre o preço por meio de painel envolvendo agricultores, revendedores de insumos e indústrias.

“Esse aumento foi impulsionado, principalmente, pela alta no preço dos defensivos e da mão de obra", explica Sílvio Farnese, diretor de Comercialização e Abastecimento do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Na safra 2019/2020, a produção de uva foi de aproximadamente 1,4 milhão de toneladas, considerando uvas para indústria e de mesa, de acordo com dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). O processamento nessa safra para produção de vinhos, sucos e derivados foi próximo a 800 mil toneladas. No caso de cultivo da uva para fins industriais, estima-se que a participação do estado gaúcho é superior a 90% do total produzido no país.
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink