Preço pago por tonelada embarcada registra alta

CARNE SUÍNA

Preço pago por tonelada embarcada registra alta

O valor médio pago por tonelada enviada ao exterior é 5,1% maior que a média de dezembro
Por:
21 acessos

As exportações de carne suína in natura somaram nas duas primeiras semanas do mês US$ 63,5 milhões.  O valor médio pago por tonelada embarcada foi de US$ 2730,08, 5,1% maior que os 2596,89 pagos em dezembro e 35,9 % maior frente os 2009,01 pagos em janeiro de 2019, quando a suinocultura brasileira ainda passava por dificuldades.

Em volume foram remessadas ao exterior 23,3 mil toneladas nos sete primeiros dias úteis do mês. A média diária de embarques registrada no período foi de 3,3 mil toneladas, 5,8% maior que a média para o mês de dezembro e 74,6% a mais que a média registrada para janeiro de 2019.

Para os analistas do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), o balanço positivo registrado em 2019 deve se repetir neste ano, de acordo com expectativas dos agentes. Isso deve ocorrer devido à diminuição na produção global de suínos, ocasionada pelos casos de Peste Suína Africana (PSA) na Ásia.

RESULTADOS GERAIS

Na segunda semana de janeiro de 2020, com 5 dias úteis, a balança comercial registrou superávit de US$ 14 milhões e corrente de comércio de US$ 6,902 bilhões, resultados de exportações no valor de US$ 3,458 bilhões e importações de US$ 3,444 bilhões. No mês, as exportações somam US$ 6,351 bilhões e as importações, US$ 4,573 bilhões, com saldo positivo de US$ 1,778 bilhão e corrente de comércio de 10,923 bilhões.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink