Preços agrícolas em SP caem 1,98% na 2ª prévia de julho

Agronegócio

Preços agrícolas em SP caem 1,98% na 2ª prévia de julho

O destaque de queda do índice de produtos vegetais foi a laranja para mesa, com variação negativa de 21,05%
Por:
423 acessos

O índice de preços agrícolas no atacado no Estado de São Paulo acentuou a queda da primeira leitura de julho e caiu 1,98% na segunda quadrissemana do mês, informou nesta terça-feira o Instituto de Economia Agrícola (IEA), do governo paulista.

Na prévia anterior, o índice havia registrado queda de 0,94%.

A redução dos preços agrícolas na segunda quadrissemana do mês se deve às quedas registradas nos produtos de origem vegetal.

O destaque de queda do índice de produtos vegetais foi a laranja para mesa, com variação negativa de 21,05%. Um dos fatores que contribuiu para o declínio dos preços do produto é o consumo típicamente menor de sucos caseiros no inverno, disse o instituto em relatório.

Os produtos que registraram as maiores quedas na quadrissemana, além da laranja, foram: batata (11,31%), tomate (8,68%), arroz (6,14%) e ovos (5,48%).

"A queda nas cotações da batata reflete a boa oferta do produto, oriundo das diversas regiões que abastecem o mercado paulista, onde já está no seu final a colheita da safra das secas", informou o instituto.

Em relação aos produtos de origem animal, o indicador estendeu alta e apresentou uma variação positiva de 2,86% na segunda prévia de julho.

Na contramão, as cotações para os ovos desvalorizaram-se em 5,48%.

"Para os ovos, a queda dos preços é decorrência da redução de demanda, tanto na agroindústria de massas e panificação como no consumo direto", informou o IEA em relatório.

Os produtos que registraram as maiores altas foram: feijão (15,60%), carne suína (14,83%), carne de frango (8,57%) e leite tipo C (6,52%).

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink