Preços da agropecuária de São Paulo sobem 0,45%
CI
Agronegócio

Preços da agropecuária de São Paulo sobem 0,45%

As altas mais expressivas ocorreram nos preços da batata (65,21%), do feijão (32,76%), do tomate para mesa (28,06%) e da laranja para indústria (6,03%)
Por:
O índice de preços dos produtos de origem vegetal aumentou acima da média, ou seja, 3,26%, enquanto o índice de preços dos produtos de origem animal recuou 7,06%.

O Índice Quadrissemanal de Preços Recebidos pela Agropecuária Paulista (IqPR), que mede os preços pagos ao produtor rural, subiu 0,45% na terceira quadrissemana de janeiro.

As informações foram divulgadas nesta segunda-feira (30/1) pelo Instituto de Economia Agrícola da Secretaria de Agricultura e Abastecimento (IEA).

O índice de preços dos produtos de origem vegetal aumentou acima da média, ou seja, 3,26%, enquanto o índice de preços dos produtos de origem animal recuou 7,06%.

Com a exclusão da cana-de-açúcar do cálculo, o índice geral vai para 0,59%, puxado pelos preços dos produtos vegetais (8,86%).

Entre os produtos analisados, sete apresentaram alta nos preços (todos do setor vegetal) e 13 sofreram queda (sete do segmento vegetal e os seis da área animal).

As altas mais expressivas ocorreram nos preços da batata (65,21%), do feijão (32,76%), do tomate para mesa (28,06%) e da laranja para indústria (6,03%).

As quedas mais significativas foram verificadas nos preços da carne de frango (21,28%), do amendoim (7,50%), da laranja para mesa (5,18%) e do algodão (4,12%).

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.