Preços da cana no Centro-Sul sobem 42,6% em abril, diz CNA

Agronegócio

Preços da cana no Centro-Sul sobem 42,6% em abril, diz CNA

Centro-Sul é a principal região produtora de cana-de-açúcar do Brasil
Por:
2169 acessos

São Paulo - A alta das cotações do açúcar no mercado futuro e o aumento dos preços do etanol no mercado interno elevaram em 42,6% os valores da tonelada de cana-de-açúcar na Região Centro-Sul, em abril, na comparação com o mês anterior. O Centro-Sul é a principal região produtora de cana-de-açúcar do Brasil. Na Região Nordeste, os preços seguiram tendência contrária, recuando 0,62% mês passado em Alagoas, e 2,09% em Pernambuco. As informações estão no boletim "Custos e Preços da Cana-de-Açúcar", divulgado nesta sexta-feira (13/5) pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA).

A partir de agora, a expectativa é de aumento da oferta de etanol no mercado interno em razão do início do período de moagem da cana produzida na Região Centro-Sul, aponta o boletim. De acordo com a União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica), cerca de 200 usinas da região já começaram a esmagar a cana da safra 2011/2012, elevando a oferta de etanol, o que vai reduzir gradativamente os preços finais do produto.

Em relação ao mercado de açúcar, a Secretaria de Comércio Exterior (Secex), do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), informou que as exportações somaram aproximadamente 1,5 milhão de toneladas em março, volume que considera os embarques de produto bruto e processado. Em relação ao mesmo mês de 2010, o crescimento é de 9,5%. "Acredita-se que o grande volume de açúcar exportado é reflexo da sazonalidade dos preços, que já começam a mostrar tendência de queda no mercado internacional", aponta o boletim.

Produção menor

Dados divulgados sexta-feira pela União da Indústria de cana-de-açúcar (Unica) mostram que a produção de açúcar no Brasil neste início de safra está menor. A produção acumulada de açúcar até abril ficou em 794,96 mil toneladas, queda de 68,89% em relação ao mesmo período da safra anterior.

Segundo o diretor Técnico da Unica, Antônio Pádua Rodrigues, a maior parte da cana processada pela Região Centro-Sul do Brasil em abril foi destinada à produção de etanol. Do total de 23,69 milhões de toneladas processadas, 64,62% foram destinados à produção de etanol.

O volume é maior do que o percentual observado no mesmo período, durante a temporada 2010/2011, que foi de 59,18%.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink