Preços da carne bovina sobem pouco no varejo, mas de forma constante

Agronegócio

Preços da carne bovina sobem pouco no varejo, mas de forma constante

Os varejistas, gradualmente, têm melhorado suas margens
Por:
449 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.

Os varejistas, gradualmente, têm melhorado suas margens. Embora não haja indícios de aumento nas vendas de carne bovina, tanto que os reajustes semanais têm sido pequenos, menores que 1,0%. Os reajustes, porém ,têm sido constantes.

Um estoque mais ajustado à demanda, provavelmente, é o que tem dado condição a este comportamento. Esta hipótese ganha força quando olhamos os preços no atacado em queda, indicando que não há grande volume de compras. No acumulado dos últimos sete dias, houve alta de 0,4% nos preços da carne bovina no varejo em São Paulo, de 0,5% no Paraná, estabilidade em Minas Gerais e queda de 0,3% no Rio de Janeiro. A margem dos açougues e supermercados paulistas está em 59,4%, crescendo há cinco semanas seguidas.

 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink