Preços da soja em reais podem ser menores em 2003
CI
Agronegócio

Preços da soja em reais podem ser menores em 2003

Por:

Após sucessivas safras de grande indefinição nos preços, mais uma vez o mercado indica uma nova e mais concreta recuperação das cotações internacionais para a soja em grão. Depois de atingir mais de US$ 6,0/bushel em 1998 e declinar rapidamente para US$ 4,80/bushel em 1999, os níveis dos preços na Bolsa de Chicago voltaram a patamares superiores a US$ 5,00/bushel em média durante este ano de 2002. O incremento em mais de 11% nas cotações internacionais neste ano e a valorização do dólar em 22% no Brasil, repercutiram no aumento de 30% nos preços recebidos pelos produtores nacionais durante 2002.

Destaca-se que o incremento da remuneração bruta do produtor de soja neste ano foi em maior parte reflexo da alta do dólar no Brasil. Enquanto em moeda corrente (R$) os preços ao produtor subiram 30% neste ano, quando convertidos em dólar observamos que a alta foi de cerca de apenas 10%, passando de US$ 8,53/sc em 2001 para US$ 9,36/sc em 2002.

Segundo as projeções da SoloBrazil, levando-se em consideração os últimos fechamentos na Bolsa de Chicago, a perspectiva média de preço aos produtores no mercado disponível do Mato Grosso, Paraná, São Paulo e Goiás é de US$ 9,94/sc entre março e setembro de 2003. Esta perspectiva indica uma variação positiva de 6,2% nas cotações em dólar no Brasil para o respectivo período do próximo ano, um pouco abaixo dos 10% registrados em 2002.

Sendo assim, acreditamos que, supondo a concretização das atuais perspectivas de aumento dos preços no mercado internacional, o câmbio no Brasil terá importância ainda maior em 2003 na formação dos preços internos.

Esta é grande incógnita para a comercialização da próxima safra, já que a atual instabilidade econômica e política interna geram pouca confiabilidade em qualquer tendência futura do câmbio no Brasil. Uma queda significativa do dólar no Brasil poderia anular em parte ou totalmente o aumento dos preços internacionais, refletindo diretamente nos preços em moeda corrente (R$). Diante das atuais perspectivas de preços internacionais em Chicago para 2003, poderíamos dizer que, um dólar médio abaixo de R$ 2,57 gradualmente reduziria os preços em reais (R$) ao produtor no Brasil durante o próximo ano, mantendo-se é claro, a tendência de um aumento de 6,2% nos valores em dólar.

Por enquanto, esta última hipótese está mais próxima de acontecer, em razão do dólar estar sendo negociado abaixo de R$ 3,54 nos últimos dias. Resta saber se esta tendência de queda no dólar perdurará. Do contrário, tanto em dólar como em moeda corrente (R$), os preços ao produtor serão maiores no próximo ano.

Como informado no quadro demonstrativo acima, nesta edição, considerando o período de março a setembro/2003, a SoloBrazil projeta preços para os Estados do Paraná, São Paulo, Goiás e Mato Grosso, em média a US$ 9,94/sc. Entre março a setembro/2003, os produtores de soja do PR poderão estar recebendo em média US$ 10,24/sc, SP (US$ 10,26/sc), GO (US$ 9,65/sc) e MT (US$ 9,59/sc).

Todas estas estimativas foram executadas pela SoloBrazil com base nos fechamentos futuros parciais da Bolsa de Chicago hoje.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.