Preços da soja não reagem

MERCADO

Preços da soja não reagem

“E isto não é por culpa apenas da queda do dólar, mas também de Chicago"
Por: -Leonardo Gottems
3398 acessos

A análise diária do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) indicou, nesta quinta-feira (09.11) que os preços da soja não estão reagindo neste momento do ano. De acordo com o analista Luiz Fernando Pacheco, da T&F Consultoria Agroeconômica, os valores sequer estão voltando para os níveis que estavam há 30 dias. 

“E isto não é por culpa apenas da queda do dólar, mas também de Chicago, onde todo o complexo está em queda. E os dados divulgados nesta quinta-feira pelo USDA não ajudaram muito”, comenta o especialista. 

Segundo o analista, no Brasil, como o dólar permaneceu quase estável (caiu 0,03%) e Chicago também só oscilou 0,02% no final os prêmios também permaneceram praticamente inalterados e os preços anteriores não eram satisfatórios para os Agricultores. “Os mercados continuaram paralisados, à espera de alguma definição de tendência. Conta, também, que a atenção dos agricultores está totalmente voltada para a conclusão dos plantios, algo que levam muito a sério, no que fazem bem”, indica. 

“Assim, a pesquisa diária do Cepea registrou queda de 1,02% nos preços dos portos, para R$ 85,36/saca, puxando a queda do mês de novembro para 0,44%, até o momento. Também no interior do país a pesquisa do Cepea registrou queda de -0,68%, para o preço médio de R$ 79,15, puxando a perda mensal de novembro para 0,05%”, explica. 

Além disso, o segundo levantamento da safra divulgado nesta quinta-feira pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), registrou um aumento de 0,87% na produção brasileira, em relação à sua estimativa de outubro, passando de 118,24 milhões de toneladas para 119,27 milhões de toneladas. “Com isto, houve também um aumento nos estoques finais da ordem de 3,27%, passando de 809,0 para 837,1 mil toneladas”, finaliza.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink