Preços da soja voltam a cair nos portos

MERCADO

Preços da soja voltam a cair nos portos

“Já no mercado interno, os preços avançaram"
Por: -Leonardo Gottems
1357 acessos

Os preços do mercado brasileiro da soja registraram queda novamente nos portos na última quinta-feira do mês de outubro. No entanto, informações divulgadas pelo especialista Luiz Fernando Pacheco, analista da T&F Consultoria Agroeconômica, indicam que as cotações subiram no interior. 

“Muito embora a cotação de Chicago tenha caído 0,22% nesta quinta-feira (e, pela lógica implantada depois da disputa EUA-China isto deveria fazer os prêmios subirem mais ou menos proporcionalmente no Brasil) o que ocorreu de fato foi a queda destes mesmos prêmios – 10cents para os embarques de dezembro, 16 cents para os de fevereiro, um para março, 7 para abril, 7 para maio e 8 para junho”, indica. 

Pacheco informou que a alta do dólar, de 0,43% compensou parcialmente estas quedas e, com isto, os preços oferecidos nos portos fecharam o dia em alta de 0,28%, em R$ 82,78/saca, reduzindo as perdas de novembro para 3,45% nestas praças. Mesmo assim, muitos vendedores se recusam a vender porque esperam possíveis altas a partir de algum acordo entre os presidentes da China e dos EUA neste final de semana na Argentina. 

“Já no mercado interno, os preços avançaram 0,82%, para R$ 77,83/saca, diante do aumento das demandas geradas pelas programações de fornecimento de farelo para as fábricas de ração e de óleo para as usinas de biodiesel. Com isto, reduziram as perdas de novembro para apenas 1,72%”, comenta. 

Os trabalhos de semeadura no Rio Grande do Sul estão chegando ao final, faltando aproximadamente 13% da área destinada à soja no Estado. As lavouras que estão sendo implantadas por último localizam-se nas áreas de resteva de trigo, painço e no pós-colheita do milho.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink