Preços das terras no Brasil estão aumentando, mais que nos EUA
CI
Agronegócio

Preços das terras no Brasil estão aumentando, mais que nos EUA

Segundo o Deral, os preços no PR aumentaram cerca de 20% em 2011
Por:
Os preços das commodities estão fortes no Brasil e as compras especulativas estão levando a crescentes altos nos preços das terras em todo o país. Segundo o Departamento de Economia Rural do Paraná (Deral), os preços da terra no Paraná aumentou cerca de 20% em 2011. No oeste do Paraná nos municípios de Cascavel e Maringá, terra de primeira qualidade foram vendidos em 2011 por até R$ 30.000 por hectare, com o preço médio de venda em 2011 de R$ 25.000 por hectare. Funcionários do Deral dizem que os preços da terra no Paraná em geral, aumentam ou diminuim em proporção direta com o preço dos grãos, especialmente soja.

O estado de São Paulo tem terra ainda mais caras, com um hectares de terra perto da cidade de Limeira à venda por até R$ 41 mil. Com esses preços, a terras no sul do Brasil tornaram--se agora algumas das terras mais caras do mundo e mais cara do que em muitas áreas do Cinturão do Milho nos Estados Unidos.

Os preços elevados no sul do Brasil indicam que há muito pouca terra nova para ser colocado em produção, portanto, se um agricultor quer expandir suas operações, ele deve fazê-lo longe dos olhos dos vizinhos e investidores, logo que um pedaço surge para venda .

Agricultores em busca de novas terras foram para o nordeste do Brasil e para os estados de Bahia, Maranhão, Tocantins e Piauí, onde as terras de cerrado ainda podem ser comprados por menos de R$ 10.000 por hectare.

Com o preço das terras subindo, em vez de comprar novas terras para expandir suas operações, muitos agricultores estão se voltando para as pastagens, a fim de aumentar a produção de grãos. O governo federal estima que existam pelo menos 50 milhões de hectares de terras subutilizadas no Brasil, composto principalmente de pastagens degradadas. Estas pastagens degradadas têm sido o foco de intensa pesquisa da Embrapa, onde os cientistas estão convencidos de que estas pastagens seriam melhor utilizadas para a produção de grãos. Na verdade, quase todas as áreas cultivada de soja aumentou em Mato Grosso, esta temporada de aumento na área plantada veio como resultado da conversão de pastagens para o cultivo de soja.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.