Preços do algodão sofrem queda e expectativa para as próximas semanas é negativa
CI
Agronegócio

Preços do algodão sofrem queda e expectativa para as próximas semanas é negativa

Baixa continua devido a flexibilidade de preços apresentada pela parte ofertante
Por: -Janaína

No inicio de maio, a cotação do algodão apresentou baixa que ainda segue nesta semana, realizando apenas negócios pontuais. Conforme a análise do Imea, a parte ofertante ainda se apresenta mais ativa no mercado do que as intenções de compra. A expectativa para as próximas semanas é de que a pluma ainda sofra desvalorizações, devido à flexibilidade de preços apresentada pela parte ofertante, que tenta liquidar o estoque ainda remanescente antes do início da colheita.

Em relação ao mercado futuro, o contrato de julho/14 na Bolsa de Mercadorias de Nova Iorque teve uma semana menos positiva e fechou a cents de US$ 92,36/lp (US$ 30,55/@). Mesmo com poucos investimentos devido às elevadas cotações da semana anterior, que apontou recorde de cents de US$ 94,95/lp (US$ 31,41/@), as cotações tiveram certo suporte devido ao relatório do USDA, que apresentou boas exportações norte-americanas.

Porém, o relatório de oferta e demanda do USDA, na sexta-feira (9/5) foi considerado baixista, com diminuição de 3% na previsão de exportações, os preços sofreram queda, confirmando o quadro de cotações mistas na semana.  

*Informações Boletim Semanal IMEA

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink