Preços do algodão sofrem quedas menos intensas

Agronegócio

Preços do algodão sofrem quedas menos intensas

A oferta para o mercado disponível continua restrita, limitando os recuos
Por: -Giuliano
139 acessos

Nos últimos dias, os produtores de algodão em pluma seguiram priorizando a entrega de contratos antecipados – internos e externos –, o que deve se manter até pelo menos agosto. Apenas aqueles com necessidade de caixa é que acabam sendo um pouco mais flexíveis nos preços. Neste contexto, mesmo com a intensificação da colheita e do beneficiamento do algodão da safra 2006/07, a oferta para o mercado disponível continua restrita, limitando as quedas. Entre 3 e 10 de julho, o Indicador Capae/Esalq – 8 dias para pagamento – baixa de 0,24%, fechando em R$ 1,1525/lp nessa terça. De modo geral, a liquidez continuou sendo considerada boa nos últimos dias. Indústrias têxteis seguiram ativas, mas foram os comerciantes que estiveram mais interessados nas compras para pronta-entrega. As informações são da assessoria de imprensa do Cepea.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink