CI

Preços do boi gordo firmes em São Paulo

Pressão de baixa sobre os preços do boi gordo está perdendo força


Foto: Sheila Flores

Segundo a análise do informativo "Tem Boi na Linha", divulgada pela Scot Consultoria, a pressão de baixa sobre os preços do boi gordo observada no início do mês está gradualmente perdendo força, dando lugar à estabilidade.

Com o término da safra, a menor oferta de boiadas começa a se refletir no mercado. No entanto, o consumo avança lentamente ao longo do mês. As escalas de abate, embora estejam encurtando, continuam confortáveis, com uma média de 11 dias. As indústrias frigoríficas estão comprando apenas o necessário para completar as escalas e, em seguida, saem das compras. Dessa forma, os preços de todas as categorias mantiveram-se estáveis na comparação diária.

Na região de Cuiabá, os preços de todas as categorias não sofreram alterações na comparação diária. O valor do boi gordo permanece estável há seis dias úteis, enquanto os preços da vaca e da novilha estão estáveis há sete e onze dias úteis, respectivamente.

Em Três Lagoas, as escalas de abate ficaram, em média, em 11 dias, uma redução em relação ao início de junho, quando a média era de 15 dias. Com o mercado menos ofertado, o preço da arroba do boi subiu R$ 2,00. Para as demais categorias, os preços permaneceram estáveis.

As informações indicam que, apesar de um mercado mais ajustado, a estabilidade predomina nas cotações, refletindo um equilíbrio entre oferta e demanda.

Assine a nossa newsletter e receba nossas notícias e informações direto no seu email

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.