Preços do cacau sobem na bolsa de Nova York
CI
Agronegócio

Preços do cacau sobem na bolsa de Nova York

Por:

Depois de três sessões em queda, os preços futuros do cacau voltaram a subir na bolsa de Nova York, pressionados pelas compras por parte dos fundos. De acordo com traders, houve uma tentativa de recuperar parte da queda acumulada nos últimos dias. O pregão de ontem foi caracterizado por um dia calmo, com 3,797 mil lotes negociados. Com isso, os embarques para entrega em maio foram cotados a US$ 2.053 por tonelada, em alta 0,6% sobre o fechamento anterior. Na bolsa de Londres, os embarques para maio fecharam a 1.337 libras-esterlinas por tonelada, em alta de 0,5%.

A empresa suíça Barry Callebaut, que processa amênda na Costa do Marfim reduziu suas operações nos portos do país em 15 de dezembro de 2002. Segundo um executivo da companhia, as operações continuarão reduzidas até o fim da safra atual. Ele explica que a decisão se deve ao atraso na entrega da produção durante os primeiros meses da safra. A companhia compra anualmente 10% da produção da Costa do Marfim destinada à exportação e adquiriu 60 mil toneladas desde o início da safra 2002/2003 iniciada em outubro.

Luciana Franco


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.