Preços do milho perderam sustentação no mercado interno

Agronegócio

Preços do milho perderam sustentação no mercado interno

Ritmo mais fraco este ano
Por:
1073 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.

A menor movimentação interna e as exportações brasileiras em ritmo mais fraco este ano, em relação a 2015, tiraram a sustentação dos preços do milho a partir de meados de outubro. Até a terceira semana de outubro o Brasil exportou 1,03 milhão de toneladas de milho grão, segundo o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços.

A média diária foi de 73,50 mil toneladas embarcadas, 47,0% menos que o exportado por dia em setembro deste ano. Frente a outubro do ano passado, o volume diário embarcado diminuiu 72,2%.

Segundo levantamento da Scot Consultoria, na região de Campinas-SP, a saca de 60 quilos está cotada em R$40,00, sem o frete, para a entrega imediata, frente a negócios em até R$43,00 por saca no começo do mês.

Em curto e médio prazos, esperam-se preços mais frouxos para o cereal, mas sem muito espaço para fortes quedas. Os estoques brasileiros em níveis baixos historicamente devem limitar os recuos.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink