Preços elevados da soja e do milho aumentam vendas futuras

Agronegócio

Preços elevados da soja e do milho aumentam vendas futuras

O cenário este ano para os grãos é de recuperação de preços, influenciado pelas constantes valorizações no mercado internacional
Por:
295 acessos

As fortes altas nos preços do milho, com 11,8%, e no farelo de soja, com 13,7%, neste mês de setembro, na região de Campinas (SP), estão possibilitando os produtores a realizarem contratos futuros para a safra 2007/08. O cenário este ano para os grãos é de recuperação de preços, influenciado pelas constantes valorizações no mercado internacional. Na quarta-feira (26-09), as cotações da oleaginosa ultrapassaram a barreira de US$ 10 por bushel nos contratos de janeiro, março e maio na Bolsa de Chicago. Os sojicultores já comprometeram cerca de 25% a 30% da produção de soja da safra 2007/08, aproveitando os bons preços de mercado. Conforme informações da Granos Corretora de Grãos, do volume vendido antecipadamente, cerca de 80% tiveram os preços pré-estabelecidos e 20% faltam ser acertados.

Para o milho, os níveis históricos de preços também proporcionaram vendas antecipadas. Há quem arrisque em vender até a safrinha. O movimento, inédito até o ano passado, deve responder por um terço das exportações previstas inicialmente para a temporada 2007/08. O chamado "efeito Europa" é um dos principais responsáveis por esta movimentação. Até o momento foram negociadas 2 milhões de toneladas da safra que está sendo plantada e a previsão é que antes da colheita o volume chegue a 3 milhões de toneladas - para um embarque previsto de 9 milhões de toneladas.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink