Preços frouxos no mercado de reposição

Agronegócio

Preços frouxos no mercado de reposição

Continua a lentidão no mercado de reposição.
Por:
211 acessos

Continua a lentidão no mercado de reposição. Na média de todas as categorias e estados pesquisados pela Scot Consultoria, a queda semanal foi de 0,2%.

Destaque para Goiás, que apresentou queda de 1,1% para o boi magro (12@), 0,6% para o garrote (9,5@) e 2,4% para o bezerro desmamado (6@).

No estado, a baixa capacidade de suporte das pastagens e as recentes quedas no mercado do boi gordo, foram os principais fatores que colaboram para afastar os compradores, o que torna a oferta maior que a demanda e colabora para as quedas.

De maneira geral, este é o cenário observado na maioria das praças pesquisadas.

Assim, em linhas gerais, 2016 vem sendo um ano de ajuste na relação de troca do boi gordo com a reposição, atualmente em melhores patamares frente ao observado em 2015.

Na Bahia, em Goiás e São Paulo, esta relação está 13,7%, 6,4% e 4,8% melhor, respectivamente, quando comparado a mesmo período do ano passado.

Em curto e médio prazos a expectativa é de que a relação de troca se aproxime cada vez mais da média histórica.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink