Preços no campo caem com avanço da colheita

Agronegócio

Preços no campo caem com avanço da colheita

Os produtos de origem animal intensificaram a queda na terceira quadrissemana
Por:
1 acessos
O avanço da colheita de grãos no país e o recuo dos preços dos produtos de origem animal pressionaram as cotações agrícolas em São Paulo. O índice de preços recebidos (IPR) pelos produtores, calculado pelo Instituto de Economia Agrícola (IEA), órgão vinculado à à Secretaria de Agricultura do Estado de São Paulo, fechou na terceira quadrissemana de abril em queda de 1,31%. Em relação à quadrissemana anterior, um houve recuo de 1,32 ponto percentual.


Segundo Nelson Batista Martin, responsável pela pesquisa, a queda foi reforçada pela desaceleração dos produtos de origem vegetal, que ainda sustentavam o índice. Na terceira quadrissemana, os produtos vegetais fecharam em alta de 1,15%, com baixa de 0,68 ponto percentual sobre a quadrissemana anterior, tendo o tomate como maior destaque. No período, as cotações do tomate recuaram 23,08%. "O avanço da colheita, sobretudo da soja, ajudou a pressionar os preços dos produtos de origem vegetal."

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink