Preços recebidos pelo produtor mantêm queda

Agronegócio

Preços recebidos pelo produtor mantêm queda

Influenciados diretamente pela variação cambial, soja e carne bovina foram os principais responsáveis pela queda no Índice de Preços.
663 acessos

Influenciados diretamente pela variação cambial, soja (-7%) e carne bovina (-6%) foram os principais responsáveis pela queda no Índice de Preços Recebidos pelos Produtores Rurais (IIPR) em agosto. O indicador fechou em -4,20%, conforme relatório divulgado pela Assessoria Econômica do Sistema Farsul, nesta quarta-feira (14/09). 

Para o economista-chefe do Sistema Farsul, Antônio da Luz, na comparação entre IIPR e IPCA Alimentos é possível confirmar a falta de relação entre os índices em um curto prazo. “Se ela existisse, os preços dos alimentos nas prateleiras deveriam estar em queda, o que não ocorre”, afirma. No ano, o IPCA Alimentos registra 9,11%, bem acima do 4,9% do IIPR. No acumulado em 12 meses os resultados são 15,06% e 12,42% respectivamente.

O Índice de Inflação dos Custos de Produção (IICP) fechou agosto com leve declínio de -0,14% em relação a julho. O resultado foi motivado, principalmente, pela taxa de câmbio que influenciou o preço dos fertilizantes. No acumulado do ano, o IICP ampliou a deflação para -1,88%. A queda também está apresentada no acumulado dos últimos 12 meses (-1,67%).

Essa redução não é registrada em todos os insumos, os químicos mantêm alta, não acompanhando a variação cambial. Já os fertilizantes acumulam uma queda média de 29% nos últimos 12 meses. 

Confira o Relatório dos Índices de Inflação de Agosto/2016
 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink