Prefeito de São Paulo apresenta a Maggi projeto de mudança da Ceagesp

Agronegócio

Prefeito de São Paulo apresenta a Maggi projeto de mudança da Ceagesp

Companhia deve ir para lugar mais adequado do ponto de vista sanitário e de logística
Por:
389 acessos

O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, reuniu-se nesta terça-feira (13) com o ministro Blairo Maggi (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) para apresentar o projeto de transferência da Ceagesp (Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo) da Vila Leopoldina, na zona oeste, para Perus, na parte norte da cidade, próximo ao Rodoanel. A Ceagesp é uma empresa vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Para viabilizar o projeto, o prefeito alterou as regras de uso e de ocupação da área atual do Ceagesp, por meio da Lei de Zoneamento da Cidade. Com essa mudança, disse Haddad a Blairo Maggi, o terreno onde funciona a Ceagesp, pertencente à União, poderá render cerca de R$ 3 bilhões aos cofres públicos, caso seja vendido.

Além do prefeito, participaram da reunião empresários que adquiriram terreno para a construção do Nesp (Novo Entreposto de São Paulo), um centro de logística e de comércio especializado, que abrigará também a Ceagesp. Haddad afirmou que a Ceagesp será alocada em lugar mais adequado do ponto de vista sanitário e de logística. E que a Vila Leopoldina será transformada em uma região com desenvolvimento urbano mais sustentável.

Por lá, circulam diariamente cerca de 15 mil caminhões, transformando a região no lugar mais poluído da cidade de São Paulo. “Com essa mexida, você reestrutura a cidade no aspecto urbano e dá aos permissionários uma condição de trabalho muito mais adequada do ponto de vista tecnológico. O Ceasa está muito defasado.”

Toda a infraestrutura será bancada pelos empreendedores, sem recursos públicos, segundo o prefeito. “A cidade toda vai ganhar do ponto de vista urbanístico”, reforçou Haddad. O decreto da Prefeitura de São Paulo com a as diretrizes de implantação do novo entreposto deverá ser publicado antes do Natal.

Blairo Maggi destacou o alinhamento político entre todos os entes para se fazer a mudança. Ele revelou que já conversou com o presidente Michel Temer, que se manifestou favorável ao projeto, assim como o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e que deve entrar em contato com o prefeito eleito João Dória nos próximos dias.

“Acho que será muito bom para a cidade de São Paulo e deve atrair investimentos na ordem de R$ 15 bilhões”, disse Blairo Maggi. O ministro ressaltou, no entanto, que as mudanças devem ser feitas no seu devido tempo, com os investimentos e as negociações que necessitam ser feitas.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink