DICAS DO ESPECIALISTA

Prejuízos com nematoides podem passar de R$ 10 mil/ha

Podem inviabilizar totalmente o cultivo de batata e cenoura
Por: -Leonardo Gottems
2102 acessos

Nematoides podem inviabilizar totalmente o cultivo de batata e cenoura, gerando prejuízos superiores a R$ 10 mil por hectare. O uso intensivo do solo, a falta de rotação de culturas e o uso de variedades sem resistência são fatores decisivos para a proliferação dos nematoides nas lavouras.

Os nematoides são organismos que atacam as raízes das plantas e afetam a absorção de água e de nutrientes. Segundo Leonardo Aquino, doutor em Fitotecnia pela Universidade Federal de Viçosa (UFV) e professor nas áreas de Produção Vegetal, Fertilidade do Solo e Nutrição de Plantas, afirma que eles se tornaram uma das principais preocupações de produtores de cenoura e batata no Brasil. "Eles estão amplamente disseminados nas principais regiões de cultivo dessas duas culturas - Sudeste, Centro-Oeste e na Chapada Diamantina (BA)", alerta.

Os nematoides-das-galhas e o nematoide-das-lesões-radiculares são principais espécies que assolam lavouras no Brasil. O especialista alerta que se não forem combatidas, essas espécies são capazes de causar perdas consideráveis nas culturas. "Quando falamos de perdas nas lavouras, a de cenoura é, em média, de 20% - mas algumas plantações podem ser completamente destruídas pelos nematoides - e de 33% da batata", afirma.

As batatas atingidas pelos nematoides têm seu crescimento limitado e são pouco atraentes visualmente ao mercado devido a formação de galhas e as cenouras apresentam deformação das raízes e bifurcações nas ramas. A recomendação do especialista é que o agricultor fique atento ao manejo do sistema e escolha uma área de cultivo sem histórico de nematoides, além de optar por variedades mais resistente à praga. Caso o problema já tenha se instalado, o produtor pode realizar o controle de nematoides com o uso de nematicidas químicos ou biológicos.

No campo dos agroquímicos, uma alternativa que já apresentou resultados é o uso do Fluensulfone. Este ingrediente ativo apresenta o conceito de “nematicida real”, não apenas por paralisar a ação da praga, mas provocar sua morte. “O Fluensulfone é altamente eficiente na redução populacional dos nematoides e se apresenta como uma potencial ferramenta para o manejo da praga em diversas culturas”, diz João Giraldi, gerente de Marketing de Produtos da Adama.

Já Deraldo Horn, gerente de marketing da Simbiose, defende o uso de nematicidas biológicos: “Ainda não temos um controle químico eficiente e cultivares resistentes a essa doença, que tem uma distribuição geográfica ampla, parasitando várias culturas. Com a tecnologia biológica conseguimos proteger o sistema radicular durante todo o ciclo da cultura impedindo que os nematoides ataquem o sistema radicular com isso evitamos a entrada de outras doenças radiculares. O NemaControl, formulado a partir da bactéria Bacillus amyloliquefaciens, foi o primeiro nematicida biológico produzido no Brasil”, conclui.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink