Presidente da FPA defende rigor no controle da Cydia pomonella

Agronegócio

Presidente da FPA defende rigor no controle da Cydia pomonella

Valdir Colatto, diz que é necessário um controle rigoroso, porque a Cydia é uma ameaça não só às regiões produtoras no Rio Grande do Sul e Santa Catarina, mas também nas áreas de comercialização
Por: -Janice
531 acessos
O Programa Nacional de Erradicação da Cydia tem sido pauta de debates entre representantes da Secretaria de Defesa Agropecuária, do setor produtivo da maçã, pesquisadores e parlamentares. Entre os focos da discussão estão as possíveis medidas que deverão ser adotadas para a próxima safra, em cumprimento da meta estipulada pelo Ministério da Agricultura, de erradicar a praga no território nacional até 2011.

O presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária, deputado Valdir Colatto, diz que é necessário um controle rigoroso, porque a Cydia é uma ameaça não só às regiões produtoras no Rio Grande do Sul e Santa Catarina, mas também nas áreas onde os produtos são comercializados. Como solução, ele propõe a adoção de corredores fitossanitários, evitando a entrada da praga através das maçãs e pêras importadas da Argentina.

De acordo com a Frente Parlamentar da Agropecuária, para próxima safra, o Programa Nacional de Erradicação da Cydia prevê a contratação de empresa de monitoramento para a indicação e remoção de vegetais hospedeiros, o monitoramento da praga nas áreas urbanas de todos os municípios produtores de maçã e centrais de abastecimento, com a utilização de seis mil armadilhas.

A Cydia pomonella é uma praga que afeta, principalmente, a cultura da maçã e pode infestar, também, as plantações de pêra, pêssego e ameixa. A praga é de grande importância econômica para a cultura da maçã por atacar o fruto e prejudicar sua comercialização.

Os maiores prejuízos são causados pelas lagartas que inicialmente atacam a casca do fruto e posteriormente penetram em seu interior, devorando o mesocarpo e as sementes. Um sintoma característico de seu ataque é que a lagarta deixa uma abertura de tamanho pequeno, rodeada de dejetos no local de sua penetração. Assim, os danos nos frutos podem favorecer sua queda antes de completada a maturação.

O controle é feito através do uso de armadilhas contendo feromônios (atrativo sexual). Existem no mercado dois produtos utilizados como atrativo sexual, cujo princípio ativo é o codlelure (clodemônio): o Biocydia e Iscalure Cydia.

Para verificar os produtos comerciais registrados para a Cydia pomonella entre no Agrolinkfito. Nessa você encontrará soluções para mais 124 culturas.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink