Presidente do Incra rebate CNA e diz que recursos vão para necessitados

Agronegócio

Presidente do Incra rebate CNA e diz que recursos vão para necessitados

Por:
607 acessos

DE BRASÍLIA - Munido de um quadro sobre reforma agrária nos governos Lula e FHC, o presidente do Incra, Rolf Hackbart, rebateu críticas da presidente da CNA (Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil), a senadora Kátia Abreu (DEM-TO).

Em entrevista à Folha, a senadora disse que "falta estratégia e sobra ideologia" na política agrária do governo Lula.

Segundo Hackbart, os recursos públicos federais são prioritariamente para os mais necessitados no meio rural. "Combater a pobreza no meio rural é a grande estratégia" da gestão petista, diz.

Hackbart pondera, porém, que os grandes produtores nunca tiveram tanto acesso a crédito e a investimentos do BNDES quanto agora.

O presidente do Incra também faz comparações entre o atual governo e o anterior, destacando a redução da taxa de pobreza na área rural -que, diz ele, caiu de 56% para 39%.

Segundo os dados usados por Hackbart, o governo Lula só "perde" para o de FHC no número de assentamentos criados: 4.280 contra 3.402, o que revela, segundo o Incra, uma opção da atual gestão em assentar mais famílias em menos áreas.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink