Boi

Pressão baixista no mercado do boi gordo

O incremento da oferta de bovinos terminados é um fator baixista que, por ora, fala mais alto
Por:
36 acessos

As indústrias voltaram às compras após o feriado do dia do trabalho pressionando o mercado. De acordo com levantamento da Scot Consultoria, foram seis as quedas da cotação da arroba na última quarta-feira (02.05). Apesar da semana curta, com menos dias de negociação, as programações não estão apertadas.

E o que chama atenção, principalmente no estado de São Paulo, é uma quantidade significativa de indústrias ainda fora das compras.

Na praça paulista a arroba do boi gordo iniciou maio cotada em R$140,00, à vista, livre de Funrural, mas alguns frigoríficos estavam com ofertas de compra abaixo desse nível.

Do lado da demanda, as vendas de carne dão sinais de melhora e o varejo se abastece para o dia das mães e para o aumento sazonal das vendas de início de mês.

No mercado de carne bovina sem osso, as duas semanas seguidas de valorização não foram suficientes para dar fôlego para o boi gordo.

O incremento da oferta de bovinos terminados é um fator baixista que, por ora, fala mais alto.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink