Pressão de baixa continua no mercado do boi gordo
CI
Imagem: Eliza Maliszewski
MERCADO

Pressão de baixa continua no mercado do boi gordo

As indústrias abriram a última quarta-feira (16/12) ofertando menos pela arroba, travando o mercado novamente
Por:

Com alguns frigoríficos mais confortáveis, reflexo do alongamento das escalas de abate, a oferta de compra em preços menores, por parte das indústrias, parece não ter fim. As indústrias abriram a última quarta-feira (16/12) ofertando menos pela arroba, travando o mercado novamente. 

Apesar de conseguirem alguns negócios nos preços atuais, o mercado do boi gordo encontra-se “parado”, com nenhum dos dois lados satisfeitos. Embora as ofertas de compra estejam menores, o volume praticamente inexistente de negócios  manteve a arroba do boi gordo na praça paulista estável na comparação dia a dia. 

Com isso, segundo levantamento da Scot Consultoria, o boi gordo ficou cotado em São Paulo em R$257,00/@, preço bruto e à vista, R$256,50/@, descontado Senar e R$253,00/@ descontado Senar e Funrural. A arroba do boi gordo, em um mês, caiu R$32,50/@, ou seja, 11,4%. Para machos que atendem ao mercado externo, ocorrem negócios até R$5,00/@ acima dos preços atuais.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink