Agronegócio

Prevenção de Doenças na Bovinocultura é tema de atividade em Brochier

Um grupo de agricultores dos municípios de Brochier e Maratá participou nesta terça-feira (21/06), de evento sobre Prevenção de Doenças na Bovinocultura.
Por:
212 acessos

Um grupo de agricultores dos municípios de Brochier e Maratá participou nesta terça-feira (21/06), de evento sobre Prevenção de Doenças na Bovinocultura. A atividade ocorreu no Centro Evangélico de Brochier e contou com palestra "Controle Estratégico de Endo e Ectoparasitas de Bovinos de Leite", ministrada pelo assistente técnico regional em Sistema de Produção Animal da Emater/RS-Ascar, médico veterinário Martin Schmachtenberg.

Schmachtenberg abordou formas de controle de doenças provocadas por carrapatos, vermes e de moscas do chifre, domésticas e do berne, bem como tratamentos e produtos que podem ser utilizados para evitar e solucionar os problemas, caso eles se manifestem. "Estas ações, relacionadas a outras, como os cuidados com a higiene, podem contribuir para que o rebanho não seja afetado", ressalta. Na ocasião, o veterinário também abordou a tuberculose bovina, doença crônica que pode causar grandes prejuízos para os produtores.

A jovem produtora Sandi Lamb, da localidade de Batinga Sul, em Brochier, garante que a atenção para com a higiene na propriedade em que divide com os pais Werno e Vanusa, tem sido essencial para que se mantenha a sanidade das 18 vacas em lactação que, juntas, ultrapassam os 200 litros diários de leite. "São cuidados que foram adotados pelos meus pais a partir de cursos e capacitações, e que contribuem para que se evitem doenças e outros problemas do rebanho", explica.

Animada com a atividade, a estudante do segundo ano do Ensino Médio pretende permanecer na propriedade, aumentando o número de animais, no futuro. "Penso que possamos chegar a um rebanho de até 30 vacas em lactação, com produtividade próxima dos 500 litros diários?. Além da pastagem permanente, já implantada, a intenção é realizar outras melhorias. ?Quem sabe investir em uma sala de ordenha", projeta.

De acordo com o extensionista da Emater/RS-Ascar, Fabiel Kamphorst, o exemplo de Sandi é repetido por outros produtores locais. "Ainda que o número de bovinocultores de leite tenha caído pela metade nos últimos anos, aqueles que ficaram, especialmente os mais jovens, têm investido na atividade", analisa. Também no município, 10 agricultores são atendidos pela Chamada Pública do Leite, operacionalizada pela Emater/RS-Ascar por meio de convênio com o Ministério do Desenvolvimento Agrário e Social. 
 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink