Previsão indica retorno de chuvas volumosas na próxima terça
CI
Imagem: Pixabay
AGROTEMPO

Previsão indica retorno de chuvas volumosas na próxima terça

Nesta sexta-feira (20/08) uma nova frente fria começa a se configurar ao Sul do Brasil
Por: -Aline Merladete

Nesta sexta-feira (20/08) uma nova frente fria começa a se configurar ao Sul do Brasil, podendo provocar alguns episódios de chuva intensa no extremo sul da região. No entanto, nas demais áreas do Brasil, o tempo não sofrerá mudanças significativas em relação ao dia anterior. O tempo segue seco e quente em grande parte da parcela central do país e sem perspectivas para chuvas.

Para o final de semana, a frente fria se desloca para o oceano ainda provocando algumas chuvas pontuais sobre o RS no sábado (21/08). Ao passo que a massa de ar quente  e seco ganha ainda mais intensidade sobre o centro do Brasil. Isso ocorre devido à maior intensidade da região de alta pressão nas camadas médias da atmosfera, que impede a formação de nuvens carregadas, mantendo a superfície mais exposta ao aquecimento solar e também direciona o ar seco de cima para a superfície. Essa configuração persiste no domingo (22/08), aumentando ainda mais as áreas de calor intenso sobre o sul do AM, sul do PA, AC, RO, MT, MS, GO, oeste de SP, norte do PR até o oeste do RS. E os índices de umidade relativa do ar atingirão níveis críticos, inferiores aos 20% em boa parte dessas áreas, sendo ainda mais intenso sobre o sul do MT e MS, onde pode chegar aos 10%. A perspectiva de mudança fica para o avanço de uma segunda frente fria na terça-feira (24/08), que poderá provocar episódios de chuva intensa nos três estados da região sul e o retorno das chuvas para o MS, MT e RO. Inclusive, este sistema terá uma massa de ar polar associada, que vai derrubar as temperaturas na região sul.

NOVIDADE: Confira a nossa plataforma completa de mapas em: https://www.agrolink.com.br/agrotempo/mapa

Saiba como fica o tempo em cada região: 

Região Norte
De maneira geral, as chuvas diminuem sobre a região norte, além da redução nos volumes previstos, a distribuição dessas chuvas serão ainda mais irregulares. Sobre o estado do TO, metade leste e sul do PA, sul do AM, AC e RO a condição será de tempo firme. As chuvas ficam concentradas no extremo norte do AM, RR, AP e na região do Baixo Amazonas no noroeste do PA. Além disso, os volumes previstos são inferiores aos 10 mm no decorrer do dia. E o tempo seguirá muito quente ao sul do AM, AC e RO, com temperaturas superiores aos 40°C
 
Região Nordeste
Os ventos de leste favorecem o transporte da umidade do oceano para a costa leste da região. Assim, desde o sul da BA até o litoral leste do RN há condições para pancadas de chuvas rápidas e passageiras, com os maiores volumes previstos no litoral sul da BA e entre SE e PE. Já nas demais áreas da região, o predomínio será de sol, temperaturas elevadas e índices de umidade do ar inferiores aos 20%

Região Centro-Oeste
A massa de ar seco atua de forma significativa na região, mantendo o céu com poucas nuvens e os índices de umidade relativa do ar em níveis críticos. A previsão indica que os índices de umidade poderão ser inferiores aos 10% na grande região do pantanal, em conjunto com temperaturas próximas dos 40°C, mantendo o risco elevado para a ocorrência de incêndios. No leste do GO e DF o tempo também será seco, mas as temperaturas não estarão tão elevadas quanto nas demais áreas do centro-oeste.

Região Sudeste
Uma região de alta pressão, nos níveis médios da atmosfera, favorece a descendência do seco e impede a formação de nuvens carregadas sobre a região. Assim, o predomínio será de tempo firme em grande parte do sudeste, no entanto, vale mencionar que a influência dos ventos que sopram do oceano vão adentrar em boa parte do interior mineiro, diminuindo a sensação de calor e aumentando os índices de umidade do ar. Além disso, o amanhecer poderá ter temperaturas amenas,na ordem dos 10°C no leste de MG. Esta influência dos ventos oceânicos, também serão observadas no ES e RJ, onde o tempo terá uma maior variação de nebulosidade. Sobre o estado de SP, essa os ventos oceânicos não provocarão tanta influência, de forma que em todo o estado as temperaturas serão elevadas e os índices de umidade abaixo dos 20%.

Região Sul
O tempo terá mudança no extremo sul da região, com a configuração de uma nova frente fria e que será fortalecida pelo o suporte do ar quente e úmido da região amazônica. Deste modo, há condições para pancadas de chuvas volumosas e em um curto período de tempo, sobretudo no sul gaúcho, provocando acumulados na ordem dos 40 mm no decorrer do dia. Sobre a intensidade desses temporais, os índices de instabilidades não estão indicando valores significativos, mas pontualmente poderá ocorrer o registro de granizo. Já nos estados de SC e PR a condição pouco muda em relação ao dia anterior, o calor predomina e o tempo segue muito seco no norte paranaense.

Veja os mapas destaques

Chuvas
 

Temperatura máxima

Temperatura mínima


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.