Primavera (MT) tem maior frota de aviões agrícolas do país

Agronegócio

Primavera (MT) tem maior frota de aviões agrícolas do país

Por:
90 acessos

A agricultura é a força econômica de Primavera do Leste (239 quilômetros ao Sul de Cuiabá). Essa realidade se confirma com o título da cidade brasileira com a maior frota de aeronaves agrícolas. O senso econômico realizado pela Secretaria de Indústria, Comércio e Turismo revela que a cidade possui 69 aviões agrícolas, e ainda um gigantesco parque de máquinas, são 1,5 mil colheitadeiras e 3 mil tratores.

O piloto agrícola e proprietário de empresa, Nelson Paim, conta que as cidades costumam ter no máximo cinco ou seis aeronaves deste porte, mas Primavera, extrapola em 14 vezes esta média, apenas na aviação comercial, "pois outros 17 aviões têm porte comercial e pertencem a particulares", frisa.

Esse é um mercado que movimenta a economia do município, tanto que mais de 100 pilotos residem atualmente em Primavera. Também estão situadas no município 14 empresas prestadoras de serviço de aviação agrícola e três oficinas de manutenção.

Apesar de Mato Grosso ser considerado o campeão de acidentes aéreos pelo Serviço Regional de Aviação Civil, Paim acredita que isso ocorre em virtude do grande número de aviões existente no Estado, mesmo assim, os números não podem ser considerados elevados. “Em locais com mais aviões é natural que as ocorrências sejam maiores, mas aqui em Primavera temos registrado poucos acidentes”, argumenta.

Esse saldo positivo se deve a preocupação dos proprietários de aviões agrícolas como também dos pilotos de fazer a manutenção das aeronaves. Outro fator é a experiência que o piloto agrícola precisa ter.

Paim reconhece que a aviação agrícola é vista com desconfiança pela população por medo de contaminação com os produtos químicos aplicados nas lavouras e também pela irresponsabilidade de alguns pilotos que fazem vôos rasantes sobre as casas. Mas ele diz que esses fatos não vêm ocorrendo com freqüência porque muitos pilotos estão mais conscientes de que devem manter uma altura segura das casas, além de empresas e pilotos terem sido multados por essas infrações. As multas aplicadas variam de 3 mil a 30 mil UFIR´s. “A população também pode contribuir para evitar esses casos, devendo anotar o prefixo da aeronave nesses casos e denunciar a qualquer órgão de aviação”, alerta.

Manutenção:

A manutenção preventiva das aeronaves é primordial para evitar acidentes aéreos além de custar bem mais barato do que O conserto de uma aeronave danificada. O número pequeno de acidentes registrados no município – na safra passada somente um caso – se deve ao grande percentual de proprietários que realizam a manutenção corretamente.

O proprietário de uma oficina de manutenção, a Soma, Cleber Coelho, acredita que 95% das aeronaves agrícolas de Primavera do Leste fazem a manutenção preventiva corretamente. No município existem três oficinas que realizam esse tipo de serviço.

Coelho acredita que nas regiões em que não há oficinas de manutenção possam ocorrer mais acidentes aéreos, porque o proprietário acaba não cuidando adequadamente da aeronave que trabalha em um ritmo intenso durante a safra. Em média a manutenção preventiva demora quatro dias para ser concluída e mensalmente cerca de 15 aeronaves no período da safra, e mais de 20 durante a entressafra com a manutenção.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink